Está aqui

Os pontos de conflito são resolvidos através de gigantescas plataformas
giratórias que orientam o tráfego ou em direcção à cidade ou para fora
desta. O sistema viário interno
proposto para a cidade é constituído quase exclusivamente por sentidos
únicos.
O grande movimento de peões e ciclistas proveniente dos sectores rurais
próximos da cidade, levou à adopção de percursos alternativos para o
tráfego não mecânico, que se vai fazer ao longo da linha férrea sendo
depois distribuído para a Avenida Dr. Lourenço Peixinho, centro da cidade,
liceus e Porto Comercial.