Está aqui

O projecto vai ser entregue inicialmente ao arquitecto Fernando Távora, mais
por ética manifestada pelos arquitectos a quem inicialmente o industrial
tinha contactado, do que por exigência da Câmara Municipal. No
entanto encontrando-se o proprietário do terreno ligado à "Profabril"-
centro de estudos e projectos industriais - acabou por ser esta firma a fazer
o projecto acabando o arquitecto Távora por cessar a sua colaboração, na
execução do mesmo. Este incidente levou à demissão de um Arquitecto que
trabalhava na Prófabril, por não concordar com a atitude assumida por esta
firma.
O projecto da Prófabril mantém de uma forma geral as opções
fundamentais assumidas pelo Arquitecto Fernando Távora.
O projecto foi entregue um ano depois , altura em que se encontrava aberto
o concurso para a empreitada de construção do arruamento envolvente do
edifício torre, que foi adjudicado em 1972.