Está aqui

O MÉTODO DE ABORDAGEM
Os principais objectivos do Plano estavam já definidos à partida.
O levantamento dos elementos necessários à proposta, foram realizado
tendo em conta esses objectivos.
Atendendo aos benefícios que se esperava colher deste plano, o custo da
sua realização não foi posto em causa.
O hectar-Tipo é um método de análise e estuda comparativamente
doze zonas da cidade.
Em cada uma delas, é suposto existir um valor homogéneo de
população e alojamento.
A previsão de população futura é estabelecida segundo a lei de
Malthus:
população final = população actual ( 1x taxa de crescimento) em que
n é a diferença do numero de anos.
A finalidade é a previsão da população para 1985 (data limite do
plano), e ainda a "comparação de índices" supostamente para os planos de
pormenor.
Cada uma das amostras abrange um quadrado com 100 metros de lado, sendo
estudados até à exaustão: as áreas do solo total; não construído;
construído; vias; espaços livres; serviços comuns e também as áreas de
pavimentos, (total, de habitação, e de serviços) os números de pisos de
construção, numero de habitações e habitantes e finalmente os índices e
densidades de todos estes elementos.
Na conclusão do hectar-tipo é apresentado para cada um; a análise
comparativa das pirâmides de idades para a população masculina e feminina,
das actividades profissionais e ainda as áreas de vias, áreas de espaços
livres e de solo construído.
O Plano director da cidade de Aveiro vai pela primeira vez em toda a
existência da cidade, propor uma solução global para o seu crescimento.
Cria-se um sistema de infraestruturação e de tecido urbano devidamente
pensado.