Está aqui

O apartamento é a evoluição lógica da habitação no super povoado mundo
actual. O limitado espaço urbano obrigou a que os cidadãos adoptassem um
espaço de dimensões mais reduzidas do que as da casa tradicional para poder
continuar a desfrutar das vantagens de viver no centro da cidade. não
obstante, o termo apartamento não tem sinónimo da falta de comodidade ou de
ausência de atrativos. Pelo contrário, pode ser um habitáculo mais
funcional e um magnifico exemplo de arquitectura.
Embora a tendência actual seja que os apartamentos vão ganhando
popularidade entre os que acedem a uma nova habitação, não há que
enganar; o desenho de um apartamento de sonho não é necessáriamente mais
simples nem mais económico do que uma vivenda.
Dada a limitação espacial, o arquitecto deve criar a partir de duas
premissas: a necessidade de integrar os espaços e de converter em
polivalentes e a prporcionar soluções altamente funcionais, que variam em
funções do tipo de núcleo familiar a que se dedica a habitação. Apesar
da clara tendência para procurar ambientes diáfanos, o mais aconselhável
é organizar a superficie disponivel com uma distribuição das divisões que
se afasta da linha construtiva tradicional, mas que não sacrifique o
principio da habitabilidade. Ao fim e ao cabo, não se deve esquecer que o
objectivo último não é apenas admirar o resultado arquitectónico do
projecto, mas também habitá-lo.