Está aqui

O contacto surgiu de um trabalho anterior, que apenas não se concretizou por
imperativos exteriores tanto ao gabinete de arquitectura como aos donos de
obra.
Embora Inicialmente o aspecto exterior de alguns dos trabalhos deste
escritório causa-se alguma “estranheza”e mesmo alguma “repulsa” a
visita destas alterava sempre a opinião havendo uma identificação total e
absoluta com os espaços e a vivência proporcionada por estes, o ódio
transformava-se rapidamente em amor...
Como tal não teve sucesso, estes iniciaram a procura de novo terreno para a
construção de casa.

A procura de terreno o “compra-se terreno” e “vende-se terreno”
ocasionou as inevitáveis visitas a imobiliárias, e buscas em jornais e na
net assim como o recurso a amigos.

A escolha recaiu num terreno situado na Freguesia de Santa Joana Princesa um
“tabuleiro” de dimensão considerável, onde se pretende criar um
“microcosmo” defendendo da envolvente exterior.
Inicialmente e durante algum tempo a solução foi de uma casa de piso
térreo, como a área e o programa é muito extenso, tal ocasionava um
percurso muito longo entre os espaços interiores, sobretudo entre os quartos
e a área social.

Partiu-se assim para uma solução de dois pisos e cave para estacionamento,
a procura da solução tem evoluído de forma lenta não porque as soluções
e ideias não tenham surgido mas sim porque a solução tem sido assimilada e
alterada de forma muito minuciosa pelos clientes.

Todos os quartos do piso superior têm casa de banho privativo, e vestiário,
no rés-do-chão a cozinha é amplo e com espaço para refeições
imediatamente ligado à sala por portas de correr de grande dimensão, a sala
é constituída por três zonas , a zona de jantar, o estar e pequeno espaço
lúdico.