Está aqui

Por sorte a exposição solar coincidiu com a topografia favorável e vistas, acabando por criar-se um edifício com volumetrias distintas e que correspondesse também a um programa coerente sendo sempre valorizado a relação interior e exterior, pensando os percursos interiores e exteriores sempre valorizando a interacção dos dois tipos de espaços. Por sorte a exposição solar coincidiu com a topografia favorável e vistas, acabando por criar-se um edifício com volumetrias distintas e que correspondesse também a um programa coerente sendo sempre valorizado a relação interior e exterior, pensando os percursos interiores e exteriores sempre valorizando a interacção dos dois tipos de espaços.

Neste caso um terreno perfeitamente delimitado por duas construções com fachadas cegas de dois pisos, num dos casos é certamente ilegal, a julgar tanto pela profundidade da construção como pela altura da mesma, fazendo uma muralha de aproximadamente oito metros de altura. Na exposição solar o nascente é perpendicular ao terreno o que permite o sul virado para o arruamento . A juntar a isto o terreno faz uma “chave” em forma de “Z” a meio da zona edificável, apresentando o tardoz uma vista a ter em conta.

Os quartos estão todos a sul como se disse anteriormente. Das opções anteriormente descritas resultou dois volumes principais e ortogonais entre si um no piso terreno encostado a poente e deixando o piso superior num vazio a nascente que permite uma continuidade visual e espacial, que muito se deseja. No piso inferior optou-se por um conceito de open -space , onde apenas as escadas e casa de banho são barreiras espaciais , tal conceito possibilita que a luz sul entre em toda a habitação .

Esta Habitação Tem a peculieridade de ser a junção de dois terrenos, o primeiro que coincide com o espaço urbano e o outro terreno agricola pala lá dos 50 metros urbanos. Na frente da construção temos a garagem marcada tela predominância visual do hall de entrada de piso duplo e com acesso lateral a norte. Temos logo na entrada um pateo interior que se repete no primeiro piso, a sul temos a cozinha que se favorece com o nascente, e segue-se a sala com 50 metros quadrados e favorecida pelo sul poente. Esta Habitação Tem a peculieridade de ser a junção de dois terrenos, o primeiro que coincide com o espaço urbano e o outro terreno agricola pala lá dos 50 metros urbanos.

Esta Habitação Tem a peculieridade de ser a junção de dois terrenos, o primeiro que coincide com o espaço urbano e o outro terreno agricola pala lá dos 50 metros urbanos. Na frente da construção temos a garagem marcada tela predominância visual do hall de entrada de piso duplo e com acesso lateral a norte. Temos logo na entrada um pateo interior que se repete no primeiro piso, a sul temos a cozinha que se favorece com o nascente, e segue-se a sala com 50 metros quadrados e favorecida pelo sul poente. Esta Habitação Tem a peculieridade de ser a junção de dois terrenos, o primeiro que coincide com o espaço urbano e o outro terreno agricola pala lá dos 50 metros urbanos.

Neste caso iniciou-se o processo com a visita dos futuros donos de obra com a pretensão de adquirir casa a promotores, de todas as visitas que realizaram constataram que nos casos onde existia alguma afinidade com as soluções o projectista era sempre o mesmo este escritório de arquitectura. Habitação do Engenheiro Carlos Barreiro, Engenheiro electrotécnico, foi uma surpresa , a encomenda surgiu porque este fez a solução de electricidade de um colega e amigo além de electricidade fez também a as redes de agua e saneamento e também de um amigo colega de electrotécnica e electrónica com imensos projectos e um currículo invejável.

Neste caso os moveis têm sobretudo madeira de pau santo de alto brilho e madeira de maple , todos com alto brilho, além de sucupira e maple Todos os elementos são marcadamente com características de horizontalidade ou verticalidade . Desenhou-se a mesa de refeições, as cadeiras, os aparadores , estantes , etc, etc. Mas lá se tem conseguido algum êxito sobretudo tendo em conta que a intenção é complementar os espaços com equipamentos e mobiliário interior e exterior condigno aos espaços.

Por sorte a exposição solar coincidiu com a topografia favorável e vistas, acabando por criar-se um edifício com volumetrias distintas e que correspondesse também a um programa coerente sendo sempre valorizado a relação interior e exterior, pensando os percursos interiores e exteriores sempre valorizando a interacção dos dois tipos de espaços. Por sorte a exposição solar coincidiu com a topografia favorável e vistas, acabando por criar-se um edifício com volumetrias distintas e que correspondesse também a um programa coerente sendo sempre valorizado a relação interior e exterior, pensando os percursos interiores e exteriores sempre valorizando a interacção dos dois tipos de espaços.

Habitação do Engenheiro Carlos Barreiro, Engenheiro electrotécnico, foi uma surpresa , a encomenda surgiu porque este fez a solução de electricidade de um colega e amigo além de electricidade fez também a as redes de agua e saneamento e também de um amigo colega de electrotécnica e electrónica com imensos projectos e um currículo invejável.

A proposta insere-se num loteamento promovido pelo município de Aveiro, com áreas muito generosas de aproximadamente 1000 metros quadrados de terreno e 350 de área de construção. Da solução temos em cave um misto de espaços de serviços e lúdicos com amplo espaço de garagem para quatro carros, e amplo espaço que será destinado a convívio e com acesso ao piso térreo de forma muito rápida para a fruição do piso térreo.

Páginas