Está aqui

Pretendemos que os espaçlos que projectamos sejam promotores de qualidade ambiental de desenho urbano e do objeto que potencie a sensação de felicidade.
A estrutura é peculiar , é um sistema misto de betão maciço e aço leve, o piso térreo com embasamento todo em betão aparente como dizem os brasileiros. Aqui ficam os carros em garagens autónomas de cada uma das frações .
Nos pisos superiores uma inovação segue-se um sistema de aço leve, sistema que conheço à muitos anos e que teve muitas tentativas de entrar no processo produtivo da construção . Tem imensas vantagens mas não é facto a opção do custo que faz optar pelo processo.
Tem-se verificado de facto muito questionar sobre esta metodologia de construção que me parece vantajosa
O sistema construtivo é misto com a base em ensoleiramento de batao assim como todo piso térreo aonde estão as garagens a partir dai partir dai temos o sistema construtivo em LSF

Visita a obra situada em Eixo , Azurva.
O terreno situado em terreno cuja cota natural é 3 metros acima da cota de soleira, além de em termos viários este estar em curva apertada.
A transformação do terreno foi radical com o descer da cota do terreno ficando este ao nível do arruamento onde através de plataformas se faz a transição entre planos.
A solução adoptada trabalha dois volumes que se interceptam e articulam , sendo a sua leitura volumétrica visível sobretudo da rua . A garagem está em primeiro plano.
É a segunda vez que se tem a sorte de trabalhar com o dono de obra é sempre um gosto repetir a experiência.

Trata-se de um dos projectos realizados para esta zona. Todos multifamiliares.
Trata-se de um bloco de diversos apartamentos com tipologias que vai do T1 ao T4 .
Tem a particularidade de o estacionamento estar à cota da rua possibilitando que o piso térreo tenha a questão da privacidade resolvida.
Procurou-se aproveitar as vistas com o desenho de grandes vãos, as áreas sociais estão a sul poente assim como a cozinha por uma questão do privilégio das vistas.
A caixilharia é em alumínio anodizado com 20 microns à cor natural. A espessura é de 70 mm com rutura térmica melhorada vidros temperados e laminados com caixa de 16 mm.
São usadas como filtro entre o interior e o exterior os planos horizontais balanceados.

Faz parte de um procedimento que se está neste momento a realizar, que é a revisita de edifícios projectados à mais de 10 anos.
É algo por um lado extremamente interessante por outro lado parece ser um acto de masoquismo , mas o resultado está a ser espantoso , pois o resultado está a ser muito positivo .
Muitas das alterações preconizadas pelos donos de obra, eram na altura impossíveis de prever.
Como seja alterações regulamentares que actualmente melhoram a performance dos edifícios, sobretudo na térmica .
Uma questão se mantem, é qual o melhor sistema de aquecimento de um edifício, pessoalmente parece-me ser o ar condicionado , pela rapidez de resposta tanto no frio como no quente.
A caixilharia é em sistema minimalista de abrir e correr com ruptura térmica da SOSOARES , sendo a serralharia a QUAL.

É o lote de gaveto de um loteamento de 17 lotes , 9 são isolados e 8 geminados, sendo este um dos isolados.
Neste momento é o único em construção, mas muito próximo iniciarão mais 3 lotes a construção uma vez que já se encontram vendidos.
Os materiais usados exteriormente além do sistema ETICs , será placagem de cerâmico de grés , pintura com sistema para capoto e pintura final em lotusan .
O loteamento situa-se na Légua, freguesia de S. Salvador, Ílhavo, iniciou-se à 10 anos tendo sido acrescido a um primeiro loteamento para ficar com os lotes atuais.
O programa tem no piso térreo a habitual zona social da habitação, nomeadamente a sala, a cozinha, lavandaria , churrasqueira, lavandaria , garagem, quarto acessível e casa de banho também acessível .
No piso superior estão 3 quartos um deles suite.
Coordenou-se a solução com os desenhos globais do loteamento, que são promoção da firma Habitaveiro construções Urbanas Lda. .

Este é um dos diversos trabalhos que se está a realizar em aço leve .
A palavra Steel significa aço , é a matéria prima usada para a construção. Light é usado para significar que no seu uso não temos maquinaria pesada.
LSF significa light stell framing (construção em aço leve)
Normalmente usa-se para pequenos edifícios de dois no máximo três pisos. Apresenta características térmicas e acústicas muito boas.
A primeira tentativa para o uso generalizado deste tipo de edifícios foi dada à 20 anos em Portugal, teve algum sucesso mas relativo , pois as mentalidades não se mudam de um dia para o outro .
Actualmente vejo muita vontade em retomar o sistema .

Neste caso a obra está perante a colocação do barramento betuminoso de protecção das vigas de fundação, fundamental para evitar humidades por capilaridade.
Os Materiais betuminosos são compostos por betume que por norma é de cor preta ou escuro de cor sólido.
É um material viscoso com uma consistência cimenticía.

Pormenor de tela neste caso da Weber para isolar a base onde vai ser assente a pedra de soleira e posterior caixilharia.
Acabamentos obra da rua das Areias de Vilar.
Nesta caso usou-se o Weber-Dry que permite

Encontra-se neste momento a ser descofrada a casa terrea , localizada na rua Direita, freguesia de Aradas, municipio de Aveiro , da promoção da Inforvivenda. Embora sendo uma casa predominantemente térrea tem uma suite no piso superior para poder disfrutar das vistas do esteiro do moinho, a sul. A vista estende-se até à Igreja de Verdemilho no outro lado do vale. Para maior conforto optou-se também por localizar a garagem em cave possibilitando a desobstrução das vistas, deixando o volume da garagem de ser um obstáculo. Já começa a ser perceptível a volumetria geral do edifício.
Estudo cromático de casa isolada , localizada na freguesia de Fermentelos , município de Águeda. Está na fase final de construção, faltando a carpintaria e redes interiores e exteriores. Altura ideal para fazer o ajuste cromático quer dos interiores quer dos exteriores. Ilustrações sobre fotografias do actual. Basicamente existem duas hipóteses ou aposta-se nos tons quentes dos castanhos e beijes, ou nos cinzas. O branco é sempre a considerar. Como dizia um artista plástico Portuense " Os arquitectos na duvida pintam tudo de branco"

Páginas